Como fazer uma campanha de e-mail marketing

O e-mail marketing ainda é um excelente canal para gerar relacionamento e conversões. Ter uma base qualificada é o ponto inicial do sucesso de uma campanha.

E-mail Marketing: 8 passos para criar uma campanha

E-mail Marketing: 8 passos para criar uma campanha

1 – Não compre listas de e-mails

Quando falamos em fazer e-mail marketing, não podemos esquecer que comprar uma lista é ter uma base de destinatários “suja”, ou seja, desqualificada com chances muito pequenas de um retorno de investimento efetivo. Isso sem falar sobre a questão ética. Há uma série de razões que comprar listas não funciona:

  • Qualquer mensagem não autorizada é uma interrupção mal vista;
  • O usuário identifica a empresa como Spammer e pode divulgar isso nas redes sociais;
  • Sua mensagem pode ser marcada como Spam, perdendo o contato com o seu remetente e manchando a reputação do servidor, prejudicando a entregabilidade.

2 – Faça a segmentação do seu disparo

Para fazer e-mail marketing faça a segmentação do seu disparo para assim ganhar qualidade nos disparos, aumentar a precisão da mensagem no seu público-alvo e garantir mais resultados é preciso segmentar. Há diversas formas para isso, é preciso focar no comportamento do seu usuário e usar essa informação ao seu favor. Seguem aqui algumas ideias interessantes de segmentação.

  • Personas (identifique o público alvo);
  • Cargos gerenciais (tomadores de decisão) ou técnicos;
  • Profissionais da área de Vendas, RH, Marketing, etc.;
  • Área de atuação da empresa do Lead (Tecnologia, e-commerce, saúde, etc.);
  • Porte da empresa;
  • Origem do clique (enviar um e-mail a partir de um link que o Lead clicou).

3 – Cuidado com as imagens na hora de fazer seu e-mail marketing

Você pode até usar imagens na hora de fazer seu e-mail marketing, mas nunca envie apenas uma imagem como corpo de e-mail. A maioria dos serviços vai, por padrão, bloquear essa imagem e a eficiência do disparo tende a diminuir bastante. Você pode tomar ainda outros cuidados como:

  • Fazer o e-mail marketing em formato HTML e distribuir o conteúdo entre texto e imagens;
  • Usar alt tags nas imagens, sempre colocando um texto que descreva a imagem;
  • Colocar links também nas imagens, (se elas não forem exibidas, ainda assim serão clicáveis);
  • Tamanho da imagem: evite imagens muito pesadas, elas irão demorar para carregar.

4 – Faça E-mail Marketing sem cara de SPAM

Evite e-mails escritos com a cor vermelha ou com características normalmente associadas a SPAM. Há alguns detalhes que podem ser seguidos para que seu e-mail não pareça indesejado.

  • Limite o assunto cerca de 50 caracteres e sem CAIXA ALTA;
  • Evite usar demasiadamente termos como promoção, free, clique aqui, grátis, crédito, etc;
  • Não exagere no uso de acentos gráficos (!, ?, !!!).

Há diversos outros detalhes que se caracterizam como Spam, mas seguindo esses conceitos básicos já é um bom passo de boas práticas.

5 – Mais tipos de e-mails, mais chances de resultados

Faça diferentes tipos de e-mail marketing para atingir os variados momentos de compra, você optar, por exemplo:

  • Newsletters: informações relevantes ou notícias;
  • Promocionais: anunciar ofertas, mas cuidado para não exagerar;
  • Nutrição de Leads: conteúdo para cada ponto da jornada de compra.

Mas cuidado, seja moderado e não esqueça da pertinência do envio, caso contrário, o envio em excesso pode virar um SPAM.

6 – Frequência certa é essencial

A frequência do envio é parte importante  do engajamento da sua lista. O excesso de e-mails incomoda e faz com que muita gente cancele ou ignore os e-mails. A falta deles não gera proximidade e causa estranheza quando uma mensagem chega. Procure ter ao menos 1 envio por mês.

Faça também um calendário de envio de e-mails e certifique-se de que os disparos estão bem distribuídos ao longo do mês.

7 – Destaque seu call to action

O seu call to action (chamada para ação) é o seu link, o botão que irá direcionar o leitor para a página que você deseja, e por tanto deve estar bem posicionado e muito bem visível. Algumas dicas:

  • Mantenha sua chamada na parte de cima do e-mail.
  • Use cores e contrastes para chamar a atenção ao botão da chamada.
  • Crie um sensação de urgência – se a duração de uma oferta for limitada, isso encoraja a pessoa a agir rapidamente.
  • Deixe sua chamada em uma posição de destaque, isolando-a do resto dos elementos do e-mail.

 

8 – Monitore os resultados

Uma campanha de e-mail marketing não termina quando você clica no botão de envio. Na verdade, boa parte do trabalho da campanha vem depois.

Você precisa monitorar a taxa de abertura dos seus e-mails, taxa de cliques e taxa de conversão. Isso permitirá que você saiba se sua campanha está atingindo o resultado esperado e, caso não esteja, que você saiba exatamente onde está o problema.

Fonte: Resultados Digitais e Marketing de Conteúdo

emkt_banner_blog